terça-feira, 29 de junho de 2010

.................................................... veneno? uma dose por favor!

como se estivesse bebendo veneno
em doses bem homeopáticas,
estar com você me faz querer beber veneno
me matava te matando
sufocando meu grito em minha garganta
eu gritava
demonstrava todo ódio que sentia por você
e meus olhos lacrimejavam
me envenenava em meu silencio
seguia calado
sofria contente
tentando ser paciente, morrendo...

B. freitas

2 comentários:

vD disse...

Esses poetas modernos do século XXI são excelentes =D

Parabéns pelo blog!

@franlacerda19 disse...

curti teu blog,meu caro

Postar um comentário